A era Disco no Brasil deixou sua marca, com a novela Dancin’ Days, da Rede Globo de Televisão (em 1978) e com o grande sucesso do grupo As Frenéticas que fez a musica principal da abertura de mesmo nome da novela.

Já a diva da Disco Music no Brasil foi a cantora Gretchen, que ficou conhecida após se apresentar cantando Dance a Little Bit Closer da cantora Charo no programa de calouros do Silvio Santos. Enquanto se apresentava, para pagar uma aposta com as colegas do cursinho pré vestibular, a jovem era assistida pelo produtor musical argentino Mister Sam um dos responsáveis pela difusão da disco music no Brasil.

Em 1978, Mister Sam lança no programa Carlos Imperial uma cantora de Disco Music e ritmos latinos da qual possuia o pseudonimo Gretchen.

No mesmo ano, ela emplacou seu primeiro sucesso, Dance With Me, ganhando certificado de disco de ouro pela venda acima de 150 mil copias.

Também conhecida como um dos grandes nomes da Disco Music Brasileira, a cantora Lady Zu emplacou na decada de 70 o sucesso A Noite vai Chegar.

Rita Lee, que chegou a ter canções gravadas pelas Frenéticas, também gravou canções no estilo.

Outros artistas entraram na onda que durou até meados do inicio dos anos 80, quando o ritmo começou a perder força dentro e fora do Brasil.

Durante o início da década de 1980, a disco music começou a sofrer preconceito nos Estados Unidos que criticavam as danças, e os amantes do estilo que eram minorias na sociedade. A música disco da década foi apelidada de Pós-Disco, e o rock votou a dominar as paradas de sucesso. Apesar da queda da popularidade nos Estados Unidos, a disco music continuou a fazer sucesso no mundo todo durante toda a década de 1980 até evoluir para os derivados de música dance/eletrônica populares nas décadas seguintes.